Restauração de Pianos

No processo de reforma e restauração de pianos precisamos entender o problema como um todo para poder afirmar o que precisa ser restaurado. Isso porque, precisamos levar em consideração o quão complexa é a estrutura do piano, e o fato de que cada serviço possui objetivos e resultados diferentes.

Sendo assim, da mesma forma que existem alguns tipos de serviço obrigatórios para que o piano funcione, existem outros que não são essenciais para esse fim.

Desse modo, durante a reforma de pianos, serviços como o verniz do piano ou polimento do teclado, estão relacionados somente ao fator estético.

Entendendo a restauração de pianos

A reforma de pianos envolve uma série de serviços. Selecionamos abaixo quais são eles, os principais defeitos e problemas, e qual a indicação para cada um. Confira a seguir e saiba mais sobre a reforma de pianos:

Restauração ou Troca de Cordas e Cravelhas

Em primeiro lugar, as cordas e cravelhas são itens fundamentais para o bom funcionamento e bom som de um piano.

Sendo assim, no que diz respeito a esses fatores, os problemas mais encontrados são:

  • A perda de som;
  • Tom apagado;
  • Problemas de afinação;
  • Cordas surdas ou oxidadas;
  • Cravelhas frouxas.
reforma de pianos

Esses problemas podem aparecer em qualquer tipo de piano, não importa a sua marca. O fato, contudo, é que eles são mais comuns em pianos antigos.

Na reforma de pianos, devemos sempre checar, avaliar, e se necessário, fazer os serviços para restauração destas partes.

Quando o defeito é nas cordas, podemos tentar recuperá-las com uma média de sucesso de 30 a 40% (o que vai depender do tipo de problema). No caso de insucesso, o único método eficaz é a completa substituição das cordas do piano.

Já nos casos em que o defeito é nas cravelhas, a solução é a troca de todo o jogo de cravelhas do piano. Esse conjunto pode, ainda, apresentar defeitos ocasionados por trincas ou rachaduras no cepo. Neste caso, é preciso substituí-lo.

Por fim, para uma reforma de pianos que incluam os serviços acima, o instrumento precisa ser desencordoado. Depois disso, o acesso à chapa e tábua harmônica do piano fica livre.

Sendo assim, caso o cliente queira, podemos restaurar o brilho e verniz das duas partes. Esse serviço é considerado apenas como estético, tendo em vista que o resultado é a parte interna com aparência de nova.

Restauração de Tábua Harmônica e Chapa de Piano

A tábua harmônica e a chapa de piano são partes estruturais importantes na sua estrutura. Sendo assim, tanto em uma ferramenta, como na outra, é preciso estar em perfeito estado para que o piano funcione de forma adequada.

Em primeiro lugar, a chapa deve estar livre de fraturas ou rachaduras. Caso contrário, é preciso optar pela reforma de pianos. Isso porque, com essas rachaduras, pode não ser capaz de suportar a tensão das cordas. Deve-se, portanto, considerá-las afinadas em 440 Hz, que somadas, variam entre 15 a 20 toneladas de compressão.

Já a tábua harmônica, é responsável pela nova transmissão do som das cordas para os nossos ouvidos. Desse modo, caso apresente trincas, rachaduras, tenha descolado ou foi infestado por cupim, essa função será seriamente afetada.

Ademais, rachaduras e trincas na chapa de um piano devem ser avaliadas com extremo cuidado. A tensão das cordas pode fazer com que o piano “imploda”, colocando em risco, inclusive, a integridade física de pessoas que estejam próximas ao piano.

Quando o restauro da chapa é seguro, a depender do local onde se encontra a falha, é possível haver o reparo por pontos de solda, sem comprometer a sua integridade estrutural.

Além disso, no serviço de restauração e transporte de pianos, o ideal é sempre se esforçar para restaurar a tábua harmônica e a chapa originais. Isso porque, mesmo quando os defeitos são extensos, a melhor solução é sempre o reparo.

Restauração de Pianos – Troca de Cepo de Piano

O seu piano não segura a afinação? , é comum a pressuposição de que o cepo está com problema.

Quando, porém, as cravelhas não estão firmes e o piano não segura afinação, a troca de cepo não é obrigatoriamente necessária. Sendo assim, só há necessidade de substituição do cepo na reforma de pianos, nos casos de trincos, rachaduras e ataque de cupins.

Restauração de Pianos – Restauração de Mecanismo

O mecanismo do piano é formado por 3 partes principais, sendo elas: teclado, abafadores e mecânica.

Como o próprio nome diz, essa parte inclui as peças que se movimentam em um piano. Sendo assim, são responsáveis pelo acionamento das cordas, teclas e abafamento do som quando a tecla é solta.

O ideal, para isso, é desmontar todas as peças e partes individuais que fazem parte do mecanismo de um piano.

reforma de pianos

Após a desmontagem, todas as peças são limpas e seus embuchamentos (feitos em tecido) são removidos e substituídos por tecidos novos e originais. Nesse caso, as molas, pivôs, correias e feltros devem ser substituídos.

Além disso, também pode ser necessário a recuperação ou troca dos martelos e abafadores. Os teclados amarelados podem ser polidos ou substituídos por novos.

O objetivo é devolver ao mecanismo do piano o seu padrão de performance original.

Desse modo, devemos sempre lembrar que cada piano possui sua estrutura única e muitos fatores podem influenciar a conservação do seu mecanismo.

Os principais fatores que podem afetar esta parte, portanto, são: uso, temperatura e umidade.

Reforma Estética de Móvel de Piano, Verniz e Polimento

A maioria dos pianos são fabricados com um acabamento que, ao longo do tempo, perdem seu brilho, tornando-se assim, opacos e craquelados. Isso também pode ser ocasionado pelo transporte de pianos, que deve ser cuidadoso.

O acabamento original normalmente apresenta arranhões, amassados, rachaduras, entre outros defeitos.

Embora o principal fator seja seu som, a estética deve ser levada em conta. Isso porque, normalmente, os pianos mais antigos eram feitos com muita atenção a esses detalhes.

Atualmente, existem vários tipos de acabamentos e trabalhos artísticos que estão presentes em muitos desses modelos antigos.

No nosso processo de restauração, o verniz antigo é completamente removido em um processo manual, visando manter a originalidade de cada instrumento. Após a remoção do verniz, a madeira do piano é analisada. Em seguida, começamos o processo de restauração de marcenaria e preparação do fundo para aplicação de novo verniz, em que o acabamento pode ser acetinado, semi-brilho ou de alto brilho.

reforma de pianos

Restauração de Pianos

Na Casa Levy de Pianos, oferecemos o serviço de reforma e restauração de pianos, assim como a recuperação e ou restauração estética. Possuímos ampla experiência no mercado de restauração e transporte de pianos, com o atendimento qualificado que você merece.

Clique aqui e solicite um orçamento de restauração de pianos sem compromisso.

WhatsApp chat